amor

ferveu-lhe o sangue
a ebulir o grito represado
ao estalar dos grilhões
e o mundo, de repente,
ali

havia um rosto próximo,
ladeado por um sorriso tênue,
canto de boca
perfume

um horizonte interrompido
por edifícios, urubus e nuvens
pedia, magnético,
pelo mergulho:
– vem

espantada pelo enorme calafrio
entregue, doce, ao desvario
fez-se de cega ao causar
a própria escuridão

dedos esticados
alcançou-lhe a mão
amedrontados,
pularam.

Anúncios

Sobre Rodolfo Araújo

Jornalista, amante do teatro, um (des)crente (in)constante.
Esse post foi publicado em misturas. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s