ver

Estranho-te ao ficares longe
à espreita da assimetria de um tempo
sinuoso
capaz de desenhar volúpias incandescentes
que seguem teus passos
passos.

esqueço-me dos despertares
e arroubos
olvido a mais fina membrana
tecida
pelos feixes matinais

o outrora funde-se com o piscar de olhos
em busca das tuas notas, sabores, relevos
persigo os perfumes errantes no caminho que trilhas entre as noites
e o adeus

cai-me o pano estéril da dor
na qual enobreço
e me ergo
para enxergar-te, cristalina,
enfim.

Anúncios

Sobre Rodolfo Araújo

Jornalista, amante do teatro, um (des)crente (in)constante.
Esse post foi publicado em misturas. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s